18 truques para a roupa


  1. lápis de cera para zippers presos 
  2. sumo de limão e água para tirar manchas de suor 
  3. reduzir tempo de secagem colocando roupa molhada em toalha 
  4. lavar peças pequenas em sacos para não as perder 
  5. usar palhinha para colocar fio das sueters no sitio ´
  6. ou alfinete 
  7. gilete para tirar borboto das blusa 
  8. usar escorredor para secar peças pequenas 
  9. vinagre para manter a cor escura das roupas 
  10. óleo de lavanda em vez de amaciador 
  11. para tirar pastilha elástica meter gelo por cima ate endurecer 
  12. talco para tirar nódoas de óleo 
  13. desinfectantes das mãos para nódoas de tinta 
  14. sabão liquido com agua oxigenada para tirar manchas de relva 
  15. kit para reparar pneus de bicicleta para recuperar solas de botas 
  16. sacos de chá para o mau cheiro dos sapatos 
  17. creme de barbear para manchas de maquilhagem 
  18. truque para recuperar as jeans
      

10 lugares em Portugal que parecem saídos dos contos de fadas

fonte: http://www.tabonito.pt/10-lugares-em-portugal-que-parecem-saidos-dos-contos-de-fadas


  1. Piodão, Arganil 
  2. Quinta da regaleira, Sintra
  3. Praia Dona Ana, Lagos 
  4. Ribeira de Odeleite, Castro Marim
  5. Casa do Penedo, Fafe 
  6. Forte de São João Batista, Berlengas 
  7. Ourique, Alentejo 
  8. Caverna Benagil, Lagoa 
  9. Azenhas do Mar, Sintra 
  10. Palácio da Pena, Sintra  

7 florestas protegidas mais bonitas do mundo

fonte: http://greensavers.sapo.pt/2016/10/05/as-7-florestas-protegidas-mais-bonitas-do-mundo/

Há cada vez mais áreas urbanas e cada vez menos florestas. Esta afirmação tem tanto de inquestionável como de preocupante. Ainda assim, e apesar de o cimento, as producões agrícolas e pecuárias e a desflorestação arrancar a bom ritmo, ainda há oásis florestais por descobrir.
Partilhamos aqui algumas das mais belas florestas  do mundo. Veja a nossa galeria, também publicada no From the Grapevine, e conheça quais as florestas, mais abaixo.
1.Floresta Nacional de Osceola, Florida, Estados Unidos
Vizinha de Jacksonville, este pinhal é o sítio ideal para acampar – e há quem o faça – e milhares de pessoas passam por aqui, todos os anos, só para apreciar as vistas, montar a cavalo ou fazer uma visita de barco. A floresta é a casa de uma vasta população de aligatores americanos e de ursos pretos, por isso há que fazê-lo com cuidado.
2.Parque Nacional da Floresta da Bavaria, Alemanha
Próxima da fronteira com a República Checa, esta floresta recebe 700 mil visitantes por ano – são muitos! – e tem várias montanhas próximas, algumas com 1.500 metros de altitude. Muitas das florestas da Bavaria foram cortadas quando tal prática era permitida na região, mas esta foi reerguida e, hoje, é impossível fazê-lo. Felizmente.
3.Floresta Yatir
Não imaginamos Israel como um país com uma extensa vegetação, mas a Floresta Yatir, junto ao deserto do Negev, é a maior floresta plantada do País – com mais de 2.800 hectares. As quatro milhões de árvores começaram a ser plantadas em 1964 e têm um propósito muito claro: evitar a desertificação da área, que em tempos este perto de ser engolida pela areia do Negev.
4.Parque Nacional de Oulanka, Finlândia
Situada entre as regiões remotas da Ostrobothnia e Lapónia, este parque fica perto da fronteira com a Rússia e é a casa dos Sami. O parque fica muito próximo do Circulo Polar Árctico, e nem a sua distância da civilização impede que ele seja bastante visitado.
5.Floresta Nacional de Mendocino, Califórnia
Mendocino é a única floresta da Califórnia que não está ligada à civilização por uma estrada. Ainda assim, ela está sempre cheia de visitantes, quer sejam caminhantes, alpinistas, ciclistas ou façam percursos de barco
6.Shirakami-Sanchi, Japão
Esta floresta ocupa a parte montanhosa da ilha de Honshu e é Património da Humanidade. Muitos chegam a Shirakami para subir a montanha de 1.200 metros ou ver as cascatas. Ainda assim, e excepto as estradas utilizadas pelos alpinistas, o local não tem qualquer caminho “andável”.
7.Darién Gap, Panamá
Esta floresta tropical densa faz parte da rota pan-americana, mas é o único local que não tem estrada – não conseguiram construir uma. A floresta não é acessível e é apenas visitada por caminhantes e biólogos. Há também dos povos indígenas a morar no centro da floresta.


26 lugares saídos dos contos de fadas

fonte: https://incrivel.club/admiracao-lugares/26-lugares-reais-que-parecem-saidos-de-um-conto-de-fadas-23755/

Castelo de Neuschwanstein, Alemanha

Este castelo romântico inspira nada menos que o Castelo da Disney (Castelo da Cinderela). Construído pelo rei Luís II, da Baviera, em 1888, serviu de inspiração para Tchaikovsky produzir «O lago dos cisnes».

Caverna dos vaga-lumes, Nova Zelândia

A principal característica desta caverna são os milhares de exemplares de uma espécie de vaga-lume vive apenas na Nova Zelândia, cobrindo a cúpula do local. Andar nesta caverna é uma experiência única.

Colmar, França

Um dos lugares mais encantadores na França, com bairros perfeitamente preservados. Sua aparência lembra a da cidade do filme «A Bela e a Fera». Embora seja uma cidade relativamente pequena, possui três teatros, uma sala de concertos para música contemporânea chamado Le Grillen, 4 bibliotecas, centro de arte moderna e cinco museus, incluindo o Unterlinden, conhecido internacionalmente.

Cavernas Batu, Malásia

Esta catedral na Malásia é visitada por milhares de fiéis. Batu é um dos santuários hindus mais renomados fora do território da Índia. As cavernas foram formadas há cerca de 400 milhões de anos. É neste local que fica a estátua do deus Murugan, o segundo filho de Shiva.

Catedral de San Basilio, Rússia

A catedral ortodoxa que fica na Praça Vermelha, em Moscou, é, para muitos, um símbolo da Rússia. Foi construída por ordem de Ivan, o Terrível, em comemoração à conquista de Kazan, oitava maior cidade do país e capital da região do Tartaristão.

Tunel de glicínias, Japão

Um verdadeiro céu florescido que fica na cidade japonesa de Kitakyushu. Milhões de flores em tons de branco, azul, lilás, violeta e azul flutuam sobre sua cabeça num cenário mágico.

Monasterio «Ninho do Tigre», Butão

Na borda de um penhasco a 3.120 metros de altitude (mais alto que qualquer montanha existente no Brasil, por exemplo), ergue-se este mosteiro impressionante. Diz a lenda que Guru Padmasambhava voou até aqui do Tibete atrás de sua esposa, que tinha se tornado um tigre. Para chegar até aqui você precisa para caminhar ao longo de uma trilha na montanha aberta ao público há 100 anos.

Caverna dos cristais, Mexico

Localizado a 300 metros abaixo da cidade de Naica, a caverna de cristal é única por seus grandes cristais translúcidos que crescem até 11 metros de altura. A entrada de turistas não é permitida devido à sensibilidade dos cristais, assim como à temperatura (48 ° C), umidade elevada e concentração de sulfureto de hidrogênio no ar.

Complexo de templos Angkor Wat, Cambodja

O maior templo jamais criado e cuja história se estende por mais de 9 séculos. Este complexo de templos hindus é dedicado à deusa Vishnu. O povo local acreditava que deuses viviam em Angkor Wat e, portanto, o acesso à parte central da catedral esteve disponível apenas para alguns eleitos por muito tempo.

Salto Angel, Venezuela

Simplesmente a maior cachoeira do mundo, com uma queda de quase um quilômetro de altura. É 20 vezes mais alta que as famosas cataratas do Niágara. Chegar ao Salto Angel, no entanto, é para poucos: esta maravilha fica em meio à floresta tropical e não há estradas de asfalto para alcançá-la.

Cidade de Petra, Jordânia

«A Cidade Rosa do deserto da Jordânia é tão antiga quanto o próprio tempo», dizem. Este, sem dúvida, é o principal local de turismo na Jordânia. Petra é a antiga capital do reino de Nabatean e sua existência remonta a mais de dois mil anos atrás.

Rochas coloridas Danks Zhangye, China.

Estas montanhas surpreendentes na província de Gansu são o sonho de qualquer fotógrafo. As cores variadas surgem das areias vermelhas e de conglomerados produzidos durante o período Cretáceo.

Ilha do Monte Saint-Michel, França

Espanta pela sua aparência, pitoresca em todos os sentidos. É uma pequena ilha rochosa, convertida em fortaleza. No pico, a 80 metros, erguem-se as paredes de uma antiga abadia. Victor Hugo ficou tão impressionado com o Mont Saint-Michel, que o chamou de ‘pirâmide no oceano’.

Pamukkale, Turquia

Pamukkale está sobre a falésia do rio Menderes, 200 metros acima do nível do mar. Inúmeras cachoeiras e piscinas naturais de calcário branco azulado ligadas umas às outras formam um cenário difícil de descrever por tamanha beleza.

Viaduto Glenfinnan, Escócia

Provavelmente o viaduto mais famoso do mundo, por ali passa o famoso Expresso de Hogwarts, de Harry Potter.

Enseada de Ha Long Bay, Vietnam

Imagine que mais de 3 mil ilhas brotam diretamente das águas cor de esmeralda do Golfo Tonkiyskogo. Em vietnamita a palavra Halong significa «onde o dragão afundou.» Diz a lenda que as ilhas da baía foram criadas por um grande dragão que vivia nas montanhas.

Igreja de Las Lajas, Colômbia

A Colômbia é um país fascinante. Esta catedral, no Interior do país, não só se destaca por sua fantástica arquitetura neogótica, mas também por sua localização. Ela foi construída numa ponte, que, por sua vez, está sobre um desfiladeiro de 2.600 metros.

Praia da ilha de Vaadhu, Maldivas

Uma praia especialmente bonita à noite. O plâncton que chega à areia inunda a costa com milhares de luzes. O brilho se deve ao fenômeno da bioluminescência, um processo químico no corpo do plâncton em que a energia é liberada como luz.

Sintra, Portugal

Povoado português com uma rica história. Ao seu redor, florestas antigas, castelos, palácios e mosteiros incríveis dão, ao visitante, a sensação de viajar no tempo.

Castelo de Peles, Romênia

Um dos lugares mais pitorescos da Europa, foi construído nas montanhas pelo rei Carlos I, da Romênia, como residência de verão. Sua decoração interna é, sem dúvida, digna de um rei.

Parque florestal nacional de Zhangjiajie

Você se lembra das montanhas misteriosas no filme Avatar, de James Cameron? Bem, elas ficam aqui. Dizem que o diretor se inpirou neste lugar para criar a natureza ficcional do mundo do cinema.

Taj Mahal, Índia

Orgulho e símbolo da Índia. Se você conhece a música de Jorge Benjor, já deve ter ouvido que este templo simboliza o amor de Shah Jahan por sua esposa Mumtaz Mahal, morta após dar à luz seu décimo quarto filho.

Dark Alley, Irlanda

As árvores deste caminho foram plantadas pela família Stewart, no século XVIII. Existem várias histórias assustadoras sobre o lugar. Um dos mais famosos é o de ‘Lady Grey’, o fantasma de uma menina que morreu em circunstâncias misteriosas numa casa perto da estrada.

Versalhes, Francia

Esse palácio símbolo da França foi residência de vários monarcas do país europeu. Sua construção se deve, dizem, à inveja que o rei Luís XIV sentia do castelo de seu ministro das Finanças Vaux-le-Vicomte. O monarca queria superá-lo em vários aspectos. Neste, pelo menos, conseguiu.

Campos de tulipa no vale de Skagit, Estados Unidos

As cores brilhantes de milhões de tulipas fazem deste vale um lugar único, que recebe milhares de turistas em abril para desfrutar de uma festa de cores.

Caminho de baobás, Madagascar

Shadowhunters

Terminei agora de ver a segunda temporada e gostei bastante mais que da primeira, acho que estão bastante melhores na interpretação das pe...